16 de ago de 2011

JUIZ DE FORA: Alunos da rede estadual protestam e param o trânsito no Centro

Cerca de 50 alunos da rede estadual de ensino e alguns professores filiados ao Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE/MG) iniciaram uma manifestação na manhã desta terça-feira (16), no Centro, em protesto ao descaso do Governo do Estado com a causa dos professores de Minas Gerais. Os alunos, em sua maioria do ensino médio, protestam pelo prejuízo que a falta de aulas está lhes causando em relação a preparação para o vestibular e para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
A passeata teve início por volta das 10h no Parque Halfeld e, após saírem em marcha, os manifestantes pararam o trânsito no cruzamento da Avenida Rio Branco com o Calçadão da São João por cerca de 30 minutos. Com a chegada da Polícia Militar (PM), os manifestantes desceram a São João e novamente interromperam o fluxo de veículos do cruzamento da Avenida Getúlio Vargas com a Rio Branco. Novamente a PM interveio e liberou o trânsito. O grupo ocupou uma pista da Avenida Independência e segue até retornar ao Parque Halfeld.
Os manifestante levam cartazes, apitos, narizes de palhaços e entoam refrões culpando o Governo pela greve. Em um dos cartazes, lê-se a mensagem: "Procura-se para negociação: Anastasia". Entre os alunos do ensino médio, estão também presentes estudantes do terceiro ano, os mais prejudicados com a ausência de aulas. Mesmo com a contratação temporária em caráter emergencial anunciada pelo Governo, os alunos afirmaram que ainda não estão tendo aulas de matemática, física e química.

Negociação em BH

Também nesse momento, representantes do Sind-UTE/MG estão em Belo Horizonte aguardando uma reunião que será realizada entre o Ministério Público e o sindicato. Às 14h, uma assembleia será realizada e, conforme o repasse do comando de greve em relação a esta reunião, a greve, que já dura mais de dois meses, pode chegar ao fim. Na próxima quarta-feira (17), às 16h, uma assembleia será realizada em Juiz de Fora.

FONTE: TRIBUNA DE MINAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário