4 de fev de 2013

Comissão da Verdade formaliza parecer sobre assassinato de Rubens Paiva

O presidente da Comissão da Verdade, Claudio Fonteles, divulgou nesta segunda-feira mais um conjunto de textos contendo sua análise de documentos sobre o regime militar. No pacote, ele formaliza sua conclusão de que o deputado Rubens Paiva foi de fato assassinado sob tortura, nas dependências do DOI-Codi.
Fonteles já havia antecipado o parecer em entrevista ao iG, publicada no dia 11 de janeiro. Assim como contou na ocasião aos repórteres Wilson Lima e Vasconcelo Quadros, o presidente da Comissão da Verdade ressaltou que a análise de documentos do Arquivo Nacional e de papéis entregues à polícia do Rio Grande do Sul pela família do coronel Júlio Miguel Molinas Dias desmontam a versão oficial do Exército sobre o caso.
“O Estado Ditatorial militar, por seus agentes públicos, manipula, impunemente, as situações, então engendradas, para encobrir, no caso, o assassinato de Rubens Beyrodt Paiva consumado no Pelotão de Investigações Criminais – PIC – do DOI/CODI do I Exército”, afirma Fonteles, em seu parecer.

FONTE: IG.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário