30 de jun de 2013

Esquerda é incapaz de propor saídas para a crise atual, diz marxista

"Por uma Esquerda sem Futuro" traz o ensaio de T. J. Clark publicado originalmente na revista "New Left Review", periódico sobre política fundado na década de 1960. No texto, Clark apresenta a esquerda mundial em uma encruzilhada ideológica e incapaz de propor saídas para a crise financeira e social que o Ocidente atravessa no início do século 21.
"É evidente que existe uma alternativa à ordem atual das coisas. Mas isso não leva a nada --nada que mereça ser considerado político", diz em um trecho do ensaio traduzido por José Viegas e publicado em "Ilustríssima" no domingo (16).
"Tem-se a impressão de que a esquerda está imobilizada, no nível da teoria e por conseguinte no da prática, pela ideia de que deve ficar o tempo todo revolvendo as entranhas do presente em busca de sinais de catástrofe e salvação".
Marxista, o autor assinala a necessidade de renovação e revisão de ideais totalitaristas do passado e encarar o consumo e o crescimento insustentável desta época.
Professor de história da arte e crítico, T. J. Clark estará na Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) deste ano e também assina "A Pintura da Vida Moderna" e "Modernismos".
"Por uma Esquerda sem Futuro" chega ao Brasil em 28 deste mês, pela Editora 34, e está em pré-venda na Livraria da Folha.

FONTE: FOLHA.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário