22 de dez de 2010

Ivan Valente se despede da liderança do PSOL na Câmara dos Deputados, reafirmando as prioridades do PSOL para 2011.

Em seu último discurso como líder do PSOL na Câmara, o deputado federal Ivan Valente reafirma o programa e as prioridades do partido para 2011: continuar defendendo os interesses das grandes maiorias nacionais e dos trabalhadores, consolidando uma oposição programática, ideológica, de esquerda e democrática na Câmara Federal.

Leia abaixo a íntegra do discurso, proferido no último dia 15 de dezembro.

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, nós estamos chegando ao final da legislatura, e também este Deputado, depois de dois anos, ao final do exercício da Liderança do PSOL, em nome da Liderança do PSOL, quer dizer a todos os Deputados e Deputadas que o nosso partido, o Partido Socialismo e Liberdade, é um partido pequeno, é um partido que tem representado nesta Casa uma posição política muitas vezes diferenciada, programática, ideológica, uma posição que em muitos momentos se diferencia da maioria da Casa. Mas quero dizer a todos que o faz com o maior respeito a todas as posições, a todas as ideologias e respeitando todos os projetos que têm representação nesta Casa.
Ninguém chega aqui senão pelo voto popular. E nós entendemos que o nosso partido se materializa numa proposta socialista, numa proposta de superação das iniquidades do capitalismo, baseia-se num programa de transformações estruturais para o Brasil, um programa democrático e popular, um programa que tem procurado a todo momento mostrar como é que nós obteríamos mudanças com projeto de Nação no nosso País.
Por isso, nós requeremos a CPI da Dívida Pública. Por isso, nós fizemos uma imensa investigação e provamos que este País não pode mais continuar gastando 36% do orçamento para entupir banqueiros e rentistas com arrecadação fiscal do nosso País.
Por isso, Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, eu queria me despedir agradecendo ao Presidente Michel Temer, ao Deputado Marco Maia, a toda a Mesa da Câmara e aos Líderes partidários com quem travamos debates.
Para o ano que vem, 2011, elegemos mais um Deputado Federal, o Deputado Jean Wyllys, e muito provavelmente o próximo Líder deverá ser o nosso companheiro, camarada e amigo Chico Alencar. Aqui a gente se despede deixando um grande abraço a todos os Deputados e todas as Deputadas, como Líder da Bancada do PSOL.
Desejo esperança para o povo brasileiro, que todos tenham um final de ano feliz com suas famílias.
Este Partido continuará defendendo os interesses das grandes maiorias nacionais e os interesses dos debaixo, dos trabalhadores. Talvez por isso seja tão difícil ser oposição programática, ideológica, de esquerda e democrática nesta Casa.
Na Legislatura que vem, certamente vamos declarar que a reforma tributária que queremos não é guerra fiscal entre os Estados; é justiça fiscal, é progressividade, é imposto não sobre consumo e renda assalariada, mas imposto sobre grandes fortunas, sobre riqueza e sobre a propriedade. A reforma política, com financiamento público exclusivo de campanha para acabar com a corrupção e o uso do poder econômico no processo eleitoral.
Desde já quero desejar ao companheiro Chico Alencar, desta tribuna, toda sorte na condução da Bancada do PSOL. Um grande abraço. Obrigado a todos os Deputados e Deputadas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário