25 de dez de 2013

De Custódio a Bruno nenhuma novidade.

Lendo nos jornais de hoje que o prefeito Bruno Siqueira irá  priorizar a saúde no seu segundo ano de governo, frente ao Executivo, cabem a todos nós várias reflexões.
Não é de hoje que assistimos a nossos políticos de carreira prometer que irão melhorar a saúde, a educação, o transporte e tantas outras coisas.  Com o passar do tempo, a gente observa que nada aconteceu de fato. Custódio nos prometeu o paraíso em nossa cidade e praticamente não realizou qualquer promessa eleitoral, passando para a história como mais um mentiroso da direita que promete, promete, promete, é eleito e não faz nada em prol da população. Bruno, eleito, ainda não tomou posse como prefeito e, o que é pior, prometeu acabar o prometido pelo Custódio e observamos que nada irá mudar, efetivamente, em nossa cidade.
Entra o período de chuvas e as mesmas tragédias continuam acontecendo em nossa cidade, sem que o poder público, incompetente, resolva os problemas urgentes da população.
É prática dos governantes de carteirinha, perpetuados pelo poder do dinheiro ou pelo sobrenome, que é o caso do nosso atual prefeito, realizar obras que, ao final, não atendem a nenhum interesse real da população. O que dizer do aeroporto regional, que liga nada a lugar nenhum e que consumiu uma montanha de dinheiro público, do Expominas, aquele elefante branco na BR 040, que custou um caminhão de dinheiro, que nos custa uma fortuna por mês na sua manutenção e que efetivamente não tem valor nenhum para a população?
No caso atual, temos uma ponte sendo construída no centro e um hospital na Zona Norte que mais parece uma obra de igreja, que não termina nunca. A ponte, com um custo de mais de 77 milhões não pode ser mais importante do que terminar um hospital que irá, sabe-se quando, salvar milhares de vidas. Em nada adianta começar várias obras sem que se acabe outra que, no caso do hospital, é uma verdadeira vergonha municipal.
O prefeito Bruno mora na mesma cidade que ele deveria administrar. Não é possível que todos nós, cidadãos trabalhadores, consigamos enxergar os problemas da nossa cidade, enumerar pelo menos umas 20 necessidades urgentes da nossa gente e somente o nosso prefeito continuar a não querer, de fato, atender à demanda da população.
É muito fácil prometer. Prometo, então, que se eleito, vou construir o metrô juiz-forano que irá ligar o Parque Halfeld a Benfica. Viram como é fácil prometer? Mas quero ver, de fato, se eu vou conseguir realizar essa obra que é de suma importância para a população.
Brincadeiras à parte, vamos torcer para que o prefeito Bruno tome posse agora em janeiro e que a população possa ter um pouco mais de tranquilidade, ser tratada com mais dignidade e respeito e que os recursos arrecadados pelo Executivo possam, realmente, melhorar a vida de todos nós.
 
Waldir Giacomo é professor, presidente do PSOL JF e membro da comissão de ética do PSOL MG.

Nenhum comentário:

Postar um comentário