3 de nov de 2009

PRESIDENTE DA CÂMARA DE JUIZ DE FORA E A FARRA DA VERBA DE REPRESENTAÇÃO.

Em uma entrevista num programa local da TVE nesta segunda feira (02/11/2009), o Presidente da Câmara de Vereadores Bruno Siqueira tentou justificar aquilo que não é justificável. Ao ser indagado pelo entrevistador a respeito dos gastos dos ilustres vereadores com a verba de representação (ALGO EM TORNO DE R$5300,00 PARA CADA UM GASTAR DA MANEIRA QUE QUISER), o presidente afirmou que “aceita o modo como ela é gasta, mas não quer dizer que concorda com a maneira que é gasta”. O entrevistador foi mais longe ao indagar o presidente com relação às políticas de “AÇÕES SOCIAIS” praticadas por membros do legislativo juizforano com a tal verba e seguiu perguntando se as notas fiscais apresentadas pelos vereadores são mesmo verdadeiras. Todo mundo sabe que tem vereador gastando o dinheiro da população com transporte de “doentes”. É função de vereador transportar doentes? Se não é, então porque o ilustre presidente permite que este assistencialismo imoral continue a existir?
É lógico que as respostas do ilustre presidente foram direcionadas ao corporativismo que existe entre os membros daquela casa. Até porque no começo do ano quando o Vereador Castelar propôs o fim de alguns privilégios financeiros e o voto do presidente foi contrário ao projeto.
Waldir Giacomo

3 comentários:

  1. è isto ai a mamata ta solta rsrs
    Enquanto isto a polpulação esta a ver navios rsrs . Rir ou chorar ??
    Dificil dar uma resposta.

    ResponderExcluir
  2. Olá amigos do PSOL 50 o que tenho a dizer é que o povo merece pois foi quem os colocou lá....
    Alternativa nós demos se não fomos ouvidos paciência, quem sabe 2010 ou 2012 o povo se conscientiza e vote PSOL 50

    ResponderExcluir
  3. è verdade
    O povo é culpado sim .

    Mas nem por isto vamos abandonar nossas ideias.
    valeu

    www.naurumendes.blogspot.com

    ResponderExcluir