17 de nov de 2009

VEM GOLPE AI.......

16 de Novembro de 2009 - 19h13
PCV: Continuam preparativos para golpe de estado no Paraguai
Apesar da mudança no alto comando das Forças Armadas no Paraguai, a direita reacionária e a oligarquia paraguaia seguem dando mostras de que continuam os preparativos para a realização de um golpe de estado disfarçado com argumentos legalistas contra o presidente Fernando Lugo.
Assim se expressou o vice-presidente do Parlamento Latino-americano (Parlatino) e secretário de Relações Internacionais do Partido Comunista da Venezuela (PCV), Carolus Wimmer, ao falar sobre a situação que se vive nestes momentos no Paraguai.
O parlamentar ressaltou que as mudanças militares, longe de desalentar os planos golpistas, na verdade os acelerou e que diversos porta-vozes políticos se pronunciaram recentemente sobre a necessidade de levar a julgamento o presidente Lugo para tirá-lo da presidência e desta forma deter o processo de transformações que vem acontecendo na nação sulista.
Recentemente o vice-presidente não ocultou sua participação na conspiração e afirmou que ele está em condições de suceder o presidente Lugo e como sempre a enxurrada de parlamentares direitistas, cuja cabeça se encontra no senador Hugo Estigarribia, pedindo juízo político contra o presidente legítimo dos paraguaios, agregou Wimmer.
O dirigente comunista afirmou que a direita, que domina absolutamente o parlamento paraguaio, realizou todas as manobras possíveis para atar as mão do presidente Lugo em seu mandato e colocou como exemplo disso os cortes orçamentários que haviam feito dos orçamentos para a atenção social no Paraguai.
Da mesma maneira, o senador Alfredo Jaeggli, declarou nesta sexta-feira que se prevê utilizar o julgamento político contra o chefe de Estado para tirá-lo da presidência e que deveria fazê-lo em um lapso de seis meses porque senão depois não iam poder fazer, pois o presidente se fortaleceria mais nos setores populares que lhe servem de base, concluiu Carolus Wimmer.

www.vermelho.org.br
Fonte: Adital

Nenhum comentário:

Postar um comentário