26 de dez de 2011

Igreja que prega "cura de gays" na TV deve ser punida, diz Jean Wyllys.

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), ganhador do Big Brother de 2005, afirmou em entrevista ao UOL e à Folha que padres e pastores devem ser sancionados por atacarem homossexuais em seus programas de TV e rádio e por promoverem programas de "recuperação" ou "cura" da homossexualidade. Segundo ele, a punição deve ser estabelecida em lei.
"A afirmação de que homossexualidade é uma doença gera sofrimento psíquico para a pessoa homossexual e para a família dessa pessoa", disse.
"Eu acho que tem que haver uma sanção. Eu quero que a gente compare, simplesmente, com outros grupos vulneráveis para saber se é bacana. Alguém que chegue e incite violência contra mulheres e contra negros, ou contra crianças ne sse país... Vai ser bem aceito?".

Leia a integra da entrevista no link:
http://www1.folha.uol.com.br/poder/1022576-leia-a-transcricao-da-entrevista-de-jean-wyllys-a-folha-e-ao-uol.shtml

Um comentário:

  1. Nossa serio mesmo que tem gente que cai na lábia desses pastores que utilizam da fé alheia para dizer coisas prejudiciais a outros seres humanos? cadê o amor ao próximo? ja ta mais que provado que gays nunca vão mudar ou se "curar" não é doença e nem escolha, acorda Brasil, eles falam tanto de família, e gays não tem família? e as outras religiões não tem importância? estado laico deveria ser obrigatório, antes que esses aproveitadores de mente vazias levem a sociedade para o buraco , tanta coisa pra ser resolvida nesse país e esse partido PSC virando as costas para as necessidades econômicas e promovendo ódio desnecessário, eu tenho a impressão que o psc não sabe nem o que é pib!

    ResponderExcluir