22 de jan de 2010

Rompidas as negociações com o PV, pré-candidatura de Plínio se fortalece.

21 de janeiro de 2010

Com a oficialização da ruptura de negociações entre o PSOL e o PV, o promotor público aposentado Plínio Arruda Sampaio é hoje o pré-candidato mais forte da sigla para disputar as eleições presidenciais de 2010. Na reunião da executiva nacional da sigla desta tarde foi aprovado por unanimidade o encerramento de negociações com o PV e oficializadas três pré-candidaturas.O nome de Plínio já estava lançado desde o 2º congresso do PSOL, em agosto do ano passado. O ex-deputado federal Babá havia lançado sua pré-candidatura na semana passada. E, hoje foi apresentado o nome de Martiniano Cavalcanti.
A pré-candidatura de Plínio, no entanto, já recebeu apoio dos três deputados estaduais do PSOL (Raul Marcelo e Carlos Giannazi, por São Paulo, e Marcelo Freixo, no Rio de Janeiro), além de outros importantes dirigentes partidários, como Carlos Nelson Coutinho, Francisco de Oliveira e Leandro Konder. Plínio também é apoiado por uma série de intelectuais e figuras nacionais não filiadas ao PSOL, como o bispo D. Luiz Flávio Cappio (que se notabilizou pelas duas greves de fome contra as obras de transposição do rio São Francisco), D. Tomás Balduíno (bispo emérito de Goiás Velho e fundador da Comissão Pastoral da Terra), Fábio Konder Comparato, Aziz Ab´Saber, Heloísa Fernandes e centenas de outros.
A candidatura definitiva do partido será escolhida numa conferência eleitoral marcada para os dias 10 e 11 de abril.

Nenhum comentário:

Postar um comentário