10 de out de 2012

Manifestantes pedem 'ficha limpa' em frente ao Supremo

Um grupo de cerca de 40 manifestantes protestou em frente ao STF (Supremo Tribunal Federal) na tarde desta quarta-feira (10). Munidos de faixas, apitos e vassouras, eles pediam a aplicação mais rápida da Lei da Ficha Limpa.
Os manifestantes passaram a tarde de ontem em frente ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), mas resolveram mudar para o Supremo por entender que teriam mais "visibilidade". Eles pediam uma reunião com a ministra Cármen Lúcia, que é presidente do TSE.
De acordo com Luiz Fernando Pimentel, representante do movimento, estavam presentes moradores de Catalão (GO), cidade que ainda aguarda o julgamento de recursos do candidato a prefeito Jardel Sebba (PSDB) no TSE para definir o resultado da eleição.
Manifestantes protestam em frente ao STF, em Brasília, para pedir aplicação mais rápida da Lei da Ficha Limpa
Manifestantes protestam em frente ao STF, em Brasília, para pedir aplicação mais rápida da Lei da Ficha Limpa
Sebba foi o mais votado, mas os votos dados a ele foram considerados nulos. O segundo colocado, Adib Elias (PMDB), é apontado como o vencedor pelo sistema do TSE, com 23.696 votos, ou 93,88% dos votos válidos.
Os manifestantes pedem que o TSE não valide a candidatura de Sebba. "A não aplicação da Lei da Ficha Limpa é um tapa na cara do cidadão. Nesse caso, ela não foi aplicada no momento certo, antes da votação. Não dá para o candidato que não conseguiu ser candidato, por ter tido o pedido indeferido, assumir o cargo. É injusto", afirmou Pimentel.
Segundo ele, o movimento é "apartidário" e formado por moradores de Santo Antonio do Descoberto (GO) e Osasco (SP), cidades que também aguardam decisão da Justiça para saber o resultado das eleições.

FONTE: FOLHA.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário