19 de jul de 2012

Custódio terá 48 horas para tirar vídeos da PJF da internet

A Justiça Eleitoral deferiu ontem a liminar pedida pela coligação Juiz de Fora Para Todos, da candidata Margarida Salomão (PT), e determinou a retirada, em 48 horas, de todos os vídeos institucionais da Prefeitura de Juiz de Fora do canal pessoal do prefeito Custódio Mattos (PSDB) no YouTube e de seu perfil no Facebook. O mérito da representação, no entanto, ainda não foi analisado pela juíza Maria Lúcia Cabral Caruso, substituta na 154ª Zona Eleitoral, o que só acontecerá depois que a coligação Juiz de Fora No Rumo Certo apresentar sua defesa. A chapa encabeçada PT alega que houve propaganda antecipada - uma vez que as imagens foram amplamente divulgadas nos dias que antecederam o início da campanha eleitoral - e utilização de bem público para promoção pessoal do candidato.
O advogado da coligação Juiz de Fora No Rumo Certo, Gustavo Vieira, afirmou que a liminar será acatada e que os vídeos serão retirados dos ar. No entanto, ele ressaltou que a defesa será apresentada também em 48 horas. "Os vídeos não fazem menção ao prefeito ou ao número 45. Nem subliminarmente se consegue fazer esse nexo de causalidade entre obras, prefeito, 45 e voto", declarou. "Agora, se o tema da campanha é continuidade e ela não puder mostrar o que já foi ou está sendo feito, a situação fica difícil. O Brasil inteiro está impedindo a reeleição. Vamos aguardar o julgamento pela visibilidade desses links, até pelos adversários que quiserem usá-los para criticar a Administração."

FONTE; TRIBUNA.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário