24 de jul de 2012

Sharp estuda demissões em massa para compensar perdas

A multinacional japonesa Sharp estuda empreender pela primeira vez demissões em massa no mundo todo e vender alguns de seus escritórios para compensar as perdas que espera registrar no primeiro trimestre do atual ano fiscal, de abril a junho, informou nesta terça-feira o diário "Nikkei".
A empresa deverá ter um prejuízo líquido de 100 bilhões de ienes (US$ 1,27 bilhão) nesse trimestre, primeiro do ano fiscal 2012 no Japão, sobretudo devido à contínua perda de seu braço de telas LCD e painéis solares.
Além de ter reduzido significativamente a capacidade de sua fábrica em Sakai, a Sharp registrou uma perda líquida recorde de 376 bilhões de ienes (US$ 4,8 bilhões) no ano fiscal 2011 e prevê perder 30 bilhões de ienes (US$ 382 milhões) no atual.
Como parte da estratégia para recuperar-se, a Sharp, que conta com 64 mil empregados no mundo todo (21 mil deles no Japão), estuda oferecer aposentadorias antecipadas a milhares de trabalhadores durante o presente ano fiscal, que no Japão termina em 31 de março de 2013, acrescentou o diário econômico "Nikkei". A empresa japonesa também estuda vender sua sede e diversos escritórios em Tóquio.

FONTE: IG.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário